top of page

Estudo Bíblico

Toda Quarta | 19h30

PRESENCIAL E ON-LINE

Acompanhe nossos estudos anteriores no 

  • YouTube

Pastoral

Recomendações aos ricos

(1Tm 6.17-19)


  Desde o capítulo 5, Paulo vem instruindo Timóteo a lidar com as diferentes pessoas e situações na igreja: homens e mulheres idosos; moços e moças; viúvas; patrões e empregados; falsos mestres e seus falsos ensinamentos. Agora o apóstolo explica ao jovem pastor o que ele deveria ensinar aos ricos (pessoas fartas de dinheiro e bens materiais).
  O intuito de Paulo é que tais pessoas sejam alertadas sobre o bom uso dos recursos que Deus lhes tem dado. O apóstolo não condena essas pessoas simplesmente por serem ricas nem ordena que elas se livrem dos seus bens materiais e façam um voto de pobreza. Sendo assim, o que Timóteo deveria ensinar às pessoas com um padrão financeiro mais alto do que outras?
Elas deveriam evitar o orgulho (v. 17). Esse sentimento significa “admiração excessiva de si próprio; soberba. Ele tem um efeito contrário ao da “humildade”. O orgulho e a riqueza frequentemente andam de mãos dadas; quanto mais rica, mais a pessoa é tentada a ser orgulhosa. É sempre importante lembrar que “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes” (Tg 4.6).
  Os ricos também devem evitar a falsa sensação de segurança transmitida por sua fortuna (v. 17). Quem tem dinheiro geralmente tende a se cercar de pessoas influentes, cuidados e conforto que o dinheiro pode pagar. Mas o sábio assim se manifestou em Pv 23.4-5: “Não esgote suas forças tentando ficar rico; tenha bom senso! As riquezas desaparecem assim que você as contempla; elas criam asas e voam como águias pelo céu”. Ou seja, elas nos escapam, deixam-nos subitamente. Em contrapartida, é Deus quem provê muito mais segurança do que qualquer investimento terreno pode proporcionar. Jesus disse: “Não acumulem tesouros sobre a terra, onde as traças e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntem tesouros no céu, onde as traças e a ferrugem não corroem, e onde ladrões não escavam, nem roubam. Porque, onde estiver o seu tesouro, aí estará também o seu coração” (Mt 6.19-21).
  Os ricos precisam aprender a usar seus recursos para fazer boas obras, glorificar a Deus e acumular para si um tesouro no céu. Aliás, convém lembrar que Jesus disse que o cidadão dos céus deve ser sal e luz nesta terra (Mt 5.13-16), ou seja, viver de modo diferente, glorificando a Deus por meio do seu testemunho público.
  Com toda sua riqueza, devem suprir não apenas sua necessidade, mas também a de outros (v. 18b). O bom cristão não deve ser egoísta; mas, sim, solidário e generoso. O exemplo das igrejas da Macedônia (2Co 8.1-4) ao socorrerem os irmãos da igreja de Jerusalém é bastante pertinente.
  Diante de tudo isso, trate as pessoas como você mesmo gosta de ser tratado. Lembre-se de que dinheiro pode dar conforto, mas não traz felicidade nem é garantia da bênção de Deus em nossa vida, haja vista que muitos ricos e famosos perdem a vida precoce e estupidamente.
  Como você tem usado seus recursos financeiros e seus bens materiais?


Pr. Albert Iglésia

  • ESTUDO BÍBLICO
    qua., 01 de mar.
    Soteco
    01 de mar. 19:30 – 07 de jun. 19:30
    Soteco, R. Afrânio Peixoto, 10 - Soteco, Vila Velha - ES, 29106-130, Brasil
    ECLESIOLOGIA - A DOUTRINA DA IGREJA
  • Noite de Louvor e Adoração
    sáb., 11 de mar.
    Igreja Evangélica Congregacional em Sote
    11 de mar. 19:00
    Igreja Evangélica Congregacional em Sote, R. Afrânio Peixoto, 10 - Soteco, Vila Velha - ES, 29106-130, Brasil
    Venha louvar e adorar ao Senhor conosco no dia 11/03 ( Sábado) às 19h. Teremos o louvor da @iecvaleencantado, coreografia e muita adoração a Deus. Estamos te esperando
  • SEMANA DE ORAÇÃO
    seg., 06 de fev.
    Soteco
    06 de fev. 19:30 – 10 de fev. 22:00
    Soteco, R. Afrânio Peixoto, 10 - Soteco, Vila Velha - ES, 29106-130, Brasil
    Começará amanhã e se estenderá até sextafeira, sempre às 19h30 em nosso templo. Segue abaixo a escala. Fique atento e participe! Direção: Cloves (2ª); Flávia (3ª); Dca. Kelen (4ª); Flaviane (5ª); Bruna (6ª). Recepção: Dc. José Francisco (2ª); Pr. Albert (3ª); Dc. Rafael (4ª); Pr. Albert (5ª); Tony (

EVENTOS